NOTÍCIAS TRAPICHE

Projeto de piscicultura garante renda de R$ 15 mil para comunidades ribeirinhas


O Projeto de Apoio à Piscicultura (Peixe Novo), mantido pela Mineração Rio Norte (MRN), maior produtora brasileira de bauxita, vem obtendo ótimos resultados que podem ser comprovados por famílias de três comunidades ribeirinhas de Oriximiná (município da região Oeste do Pará).


A equipe da Universidade Federal do Estado do Pará (UFOPA), responsável por conceder suporte técnico ao projeto, confirmou que a maior parte dos tambaquis, que são criados em tanques de água doce há pouco mais de um ano, já estão com um quilo e meio. Os tanques em que os peixes vivem são mantidos em lagos do Rio Trombetas por seis famílias das comunidades Tarumã, Bacabal e Acapuzinho. A primeira venda, que ocorrerá na primeira quinzena do mês de novembro ainda deste ano, proporcionará para cada uma destas famílias cerca de R$15 mil.


O Projeto de Apoio à Piscicultura foi transformado, graças ao acompanhamento técnico da UFOPA, em uma oportunidade de produção de conhecimento científico. O Peixe Novo se tornou um modelo inovador, sustentável, rentável e de fácil assimilação graças à novos modelos de tanque e técnicas de alimentação adequadas à temperatura da água.


De acordo com Genilda Cunha, analista de Relações Comunitárias da Mineração Rio Norte e responsável pelo acompanhamento do projeto, “É gratificante constatar que o conhecimento produzido já está beneficiando as famílias que participam do projeto. Com as técnicas introduzidas pelos pesquisadores da UFOPA, o retorno do investimento é mais rápido, ou seja, o peixe cresce em menos tempo”.


O Peixe Novo é um projeto desenvolvido pela Mineração Rio Norte (MRN), atendendo a disposições estabelecidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA), e que faz parte do Programa de Educação Socioambiental (PES).


Fonte: https://portaldamineracao.com.br/mineracao-2/

Em Destaque
Noticias Recentes