NOTÍCIAS TRAPICHE

​De Beers busca pedras mais valiosas no fundo do mar africano


A empresa De Beers, maior produtora de diamantes do mundo, investiu este mês mais de US$150 milhões em um navio de exploração com tecnologia de última geração, que será responsável por investigar o fundo do oceano atlântico à procura de pedras preciosas.

Ao todo, a empresa pretende vasculhar cerca de 6.000 quilômetros quadrados de leito oceânico, o correspondente a uma área 65% maior que a cidade de Long Island, em Nova Iorque. Toda essa investigação se deve ao fato de a empresa ter encontrado no fundo do Oceano Atlântico alguns dos mais valiosos diamantes da atualidade e apostar na expansão desta descoberta.

Os diamantes, localizados ao largo da costa da Namíbia, embora não sejam os maiores existentes possuem poucas falhas e surpreendem quanto à sua qualidade sendo por isso, segundo o presidente da comissão executiva da De Beers, Bruce Cleaver, de fundamental importância para a empresa e para os clientes que procuram diamantes de valores mais altos.

O navio responsável por vasculhar o Oceano Atlântico vai submeter a testes as áreas mais vantajosas e interessantes para os barcos que sugam diamantes da De Beers se instalarem, e as pedras serão transportadas posteriormente de helicóptero para a terra.

Na Namíbia, a unidade da empresa De Beers conseguiu vender, no ano passado, o quilate dos diamantes por US$528 o que significa um valor quase que cinco vezes superior ao cobrado pelas pedras da empresa global, representando cerca de 13% do lucro total da companhia.

Toda esta perícia realizada ajudará a empresa a manter uma produção anual, pelos próximos 20 anos, de pelo menos 1,2 milhão de quilates, uma quantidade significativa segundo o CEO da empresa Bruce Cleaver.

Em Destaque
Noticias Recentes